A luta de Spurgeon contra a depressão: será que ele era um endemoniado?

Posted by Silas Alves Figueira in VIDA CRISTÃ

depressao spurgeon

Por Silas Alves Figueira

Se há algo que me tira do sério é ver pastores e outros líderes eclesiásticos dizerem que a depressão é um problema espiritual. Que deve-se repreender o demônio da depressão, que devemos quebrar maldição hereditária, que devemos rejeitar pactos com entidades, renunciar a um monte de coisas de feitiçaria e magia negra… A receita da cura para a depressão dentro dos nossos arraiais se chama “expulsar o demônio”.

Estou falando isso, porque há várias pessoas que me escrevem relatando a luta que enfrentam com a depressão e o quanto são discriminadas tanto dentro de casa quando em muitas igrejas. Veja trechos de alguns relatos:

“Luto contra problemas emocionais há 11 anos, desde meus 13 anos, sei o que sua esposa passa. Enfrentei depressão profunda há uns anos, e só estou viva pela graça de Deus. Nessa fase de depressão profunda, veio até uma pastora que fez eu renunciar a um monte de coisas de feitiçaria e magia negra (coisas com as quais nunca tive contato) e me testar para ver se eu estava com demônio. Eu não tenho como explicar como me senti”.

“Meu filho começou a entrar em crises diárias, durante seis meses a minha casa foi invadida por todo tipo de exorcista, ungindo, queimando tudo que tivesse qualquer ligação com coisas espirituais, quase incendiaram a minha casa. Bem, infelizmente para nós, eles não conseguiram fazer nada pelo meu filho, chegaram a nos classificar como sendo uma família maldita que o diabo havia enviado para destruir a igreja deles. Saímos desta igreja, e fomos congregar em outra; durante dois anos tivemos a nossa vida voltada só para a libertação do nosso filho, participávamos de todas campanhas e cultos de libertação em muitas igrejas, expulsavam demônios de todos os nomes e origens “legiões e castas”, mas, nada adiantava o rapaz ia de mal a pior. Detalhe, eles quase sempre proibiam procurar ajuda médica”.

Assim como os relatos acima, minha esposa sofre de depressão desde a sua adolescência, e para sua infelicidade, muitos irmãos falavam que ela deveria rejeitar o espírito de enfermidade e expulsar o demônio que havia colocado essa doença nela. E isso ocorreu várias vezes. Isso para não falar até hoje.

Eu só não entendo uma coisa. Se a pessoa está com câncer diz-se que é um tumor maligno. Se é maligno, não era para se expulsar o demônio também?

Outra coisa que não entendo é que muitos desses líderes que dizem que a depressão é possessão maligna ou maldição hereditária leem Spurgeon, amam as suas mensagens. Mas será que eles sabem que nosso querido Spurgeon sofria de depressão? E como podem ler as mensagens e até pregá-las sabendo que é a mensagem de um homem endemoniado?

A depressão do Spurgeon começou quando ele tinha 24 anos de idade. Era o ano de 1858, e Charles Spurgeon mais tarde recordou, “meu ânimo estava tão abatido, que eu poderia chorar durante toda uma hora, como uma criança, e ainda assim não saberia por que chorava”.

Spurgeon batalhou contra uma “depressão sem causa” toda sua vida. Essa “falta de esperança sem forma, indefinida, que a tudo obscurece”, ele escreve, “não pode ser entendida”. Lutar contra esse tipo de depressão, ele disse, é tão difícil quanto lutar contra a névoa.

Mas Spurgeon batalhou contra ela — com a fé.

Você que está passando por problema semelhante com a depressão eu quero lhe dizer que esta é uma doença séria e que precisa de tratamento com medicação e, quase sempre, envolverá um tratamento longo com ajuda de uma equipe especializada e multidisciplinar. Não quero dizer com isso que eu desacredite de doenças implantadas por demônios, eu já presenciei pessoas sendo libertas de doenças causadas pelo diabo. Mas não podemos dizer que toda doença é do diabo. Se for assim uma pessoa que sofre de diabetes não precisava tomar insulina, bastava expulsar o demônio. Uma pessoa que está com câncer não precisava fazer quimioterapia, bastava expulsar o demônio. Uma pessoa que sofre de Mal de Parkinson não precisava de tratamento, bastava expulsar o demônio. E assim vai…

Mas alguém dirá: “estas doenças não são causadas por demônios”. Então eu pergunto: “só as doenças mentais que são? Só as que precisam ser tratadas com tarja preta ou vermelha é que são doenças do demônio?” Será que é por causa da cor da tarja? Pois muitos dizem que preto e vermelho é a cor do diabo. Até isso eu já ouvi.

Meu irmão e minha irmã não aceite que lhe tratem como uma pessoa endemoniada só porque você sofre de depressão, esquizofrenia ou qualquer coisa parecida. Você já observou que as pessoas mais inteligentes, mais sensíveis na área espiritual é que sofrem com essas enfermidades? Se não prestou atenção, passe a prestar e você verá que é assim mesmo. Pessoas que têm um senso de justiça à flor da pele, gente que não se conforma com o sofrimento alheio… São pessoas que fazem a diferença em nossa sociedade de forma abençoadora.

Você já observou que a maioria dos salmistas eram depressivos? Observe os Salmos e constatará esse fato.

Quero terminar lhe aconselhando a ler dois livros. O primeiro se chama “A Depressão de Spurgeon” da Editora Fiel e o segundo livro se chama “Depressão Espiritual” de Martyn Lloyd-Jones, Editora PES e procurar ajuda médica e espiritual (com pessoas que entendam do assunto) o mais rápido possível.

Você não está sozinho nesta luta. O Senhor é contigo e com todos que temem o Seu nome.

Por amor a minha esposa!

Penso nisso!

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.