flores de plastico

Por Eliandro da Costa Cordeiro

Textos: Eclesiastes 12:1-14; 11:1-10.

A juventude pode ser tão bela e tão efêmera quanto a primavera e trazer consigo somente a nudez do cinza outonal e os arrepios da velhice cujo tempo surrou sem compaixão, se não se entender o sentido da vida está em Deus.

(mais…)

Você é discípulo de quem?

Posted by Antônio Pereira Jr. in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Você é discípulo de quem?)

discipulo

Por Antônio Pereira Jr.

Você é discípulo de quem? A maioria das pessoas que se dizem discípulos de Jesus, na verdade não o é. Eles seguem a uma organização, denominação ou ao homem, quer seja ele pastor, apóstolo, bispo ou algum líder surtado.

(mais…)

Como vencer a ansiedade

Posted by Silas Alves Figueira in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Como vencer a ansiedade)

VENCER A ANSIEDADE

Por Silas Alves Figueira

Texto Base: Mateus 6.24-34

INTRODUÇÃO

Uma grande crise se instalou em nosso país, e porque não dizer no mundo. Vivemos dias em que cada vez mais ouvimos falar em corrupção, perda de emprego, roubalheira das mais diversas em todas as instâncias do governo, a justiça que não prevalece… Olhamos ao redor e diante de tanta crise, se não tivermos cuidado, seremos engolidos por uma total desesperança.

(mais…)

Pensées: pequenas reflexões sobre vários assuntos

Posted by Stand to Reason in APOLOGÉTICA - (Comentários desativados em Pensées: pequenas reflexões sobre vários assuntos)

pensees

Por Greg Koukl

Traduzido por Juliana Pellicer Ruza – Artigo original aqui.

Há uma lição a ser aprendida ao usar vinhetas como esta. Algumas vezes, tudo o que se requer é uma pequena reflexão ou uma visão brevemente explicada para colocar uma pedra no sapato de alguém, gentilmente cutucando-o para ver as coisas de uma perspectiva diferente.

Em 1662, um renomado matemático e pensador cristão chamado Blaise Pascal faleceu, deixando uma coleção vagamente organizada de reflexões, escritas em defesa de suas convicções cristãs. Foram publicadas postumamente, sob o título Pensées, que significa simplesmente “pensamentos”.

(mais…)

Louvor e a concretude da vida

Posted by Davi Lago in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Louvor e a concretude da vida)

louvor-concretude

Por Davi Lago

“Aleluia! Louvem a Deus no seu santuário, louvem-no no seu poderoso firmamento. Louvem-no pelos seus feitos poderosos, louvem-no segundo a imensidão de sua grandeza! Louvem-no ao som de trombeta, louvem-no com a lira e a harpa, louvem-no com tamborins e danças, louvem-no com instrumentos de cordas e com flautas, louvem-no com címbalos sonoros, louvem-no com címbalos ressonantes. Tudo o que tem vida louve o Senhor! Aleluia!”
– Salmo 150.1-6

Louvar a Deus é algo concreto. Louvor não é tagarelice. Louvar a Deus não é se alienar dos desafios da vida em êxtases místicos. Louvor não é cantarolar palavras vazias ao vento. Pelo contrário, louvar a Deus tem a ver com a concretude da vida.

(mais…)

Bonhoeffer: o discipulado e a cruz

Posted by Cristiano Nickel in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Bonhoeffer: o discipulado e a cruz)

BONHOEFFER DISCIPULADO

Por Cristiano Nickel

INTRODUÇÃO

Eu fico surpreso quanto eu participo de congressos, conferências e retiros. As propagandas desses eventos nos influenciam, pois determinado especialista em alguma área participará de uma plenária ou seminário. A recompensa por participar desses eventos não é a “palavra poderosa” de um guru, mas os estandes de livrarias. E num desses estandes de um congresso de jovens, me deparei com uma obra escondida atrás de outros livros – “Discipulado” de Dietrich Bonhoeffer. Faltei algumas plenárias desse congresso, porque o livro arrebatou a minha mente. Nas primeiras páginas, eu já começava a chorar e clamar por arrependimento pelo meu cristianismo barato e por uma vida debaixo da graça barata.    (mais…)

Reforma Trabalhista: qual são as atitudes cristãs?

Posted by Maurício Montagnero in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Reforma Trabalhista: qual são as atitudes cristãs?)

reforma trabalhista

Por Maurício Montagnero

QUAL É A DIFICULDADE?

Vivemos uma discussão calorosa nesses últimos dias acerca da reforma trabalhista, especialmente sobre o ponto em que dá autonomia para o empregado e o empregador realizarem o acordo entre si, não dependendo plenamente mais da intermediação legislativa e, muito menos, sindical.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.