plenitudetempos

Por Flávio Santos

“O Filho de Deus tornou-se homem para possibilitar que os homens se tornem filhos de Deus” C.S. Lewis

A plenitude dos tempos

Filhos e herdeiros são as duas palavras usadas por Paulo para descrever o que somos para Deus. Esse ser para Deus foi conquistado por meio de uma decisão do amor eterno do Pai ao enviar o Filho para morrer por nós na cruz. E o Pai e o Filho enviaram o Espírito Santo para, dentro de nós, gerar a bênção da filiação e herança. Jonathan Edwards, falando sobre o texto, diz que os santos, através da união com Cristo, participam da relação filial dEle com o Pai e são herdeiros com Ele da felicidade no gozo do Pai, como está indicado pelo apóstolo Paulo em Gálatas 4.4-7:

(mais…)

Para se viver depois da Ressurreição

Posted by Eliandro da Costa Cordeiro in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Para se viver depois da Ressurreição)

DEPOIS DA RESSURREICAO

Por Eliandro da Costa Cordeiro

Descobrir que Cristo vive é ter os olhos abertos para uma nova leitura da vida. A sua ressurreição trouxe consigo um novo relacionamento do indivíduo com Deus e com o próximo. Possibilitou que a alma humana, antes escravizada pelo medo da vida (eterna)vivesse com as portas destrancadas para a nova realidade que se abre para a vida. E é esta, e nesta, mesma vida que se descobre outro sentido para ser e existir. A Ressurreição ensina à fragilidade do homem que, em Cristo, há uma nova maneira de caminhar nesta vida. Deixa claro, portanto, que esta vida é apenas a continuidade de sua eternidade.

(mais…)

A história, Jesus e a Trindade

Posted by Marcelo Berti in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em A história, Jesus e a Trindade)

historia-jesus-trindade

Por Marcelo Berti

Um dos desafios de se manter um blog de teologia na Internet, é responder algumas perguntas teológicas de pessoas que não participam da fé cristã. É muito difícil estabelecer um campo conceitual em comum para dialogar sobre um assunto que temos como verdade com pessoas que a priori a rejeitam. Nesses pouco mais de oito anos de Teologando [1], já aprendi muito nesses diálogos, e acredito que ainda posso aprender mais.  (mais…)

Creio no Espírito Santo

Posted by Denis Monteiro in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Creio no Espírito Santo)

credo-espirito-santo

Por Denis Monteiro

Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja Universal; na comunhão dos santos; na remissão dos pecados; na ressurreição do corpo; na vida eterna. Amém.

Chegamos à parte final do Credo, que tem como “Creio” a terceira Pessoa da Trindade, o Espírito Santo. O Credo, de forma lógica, após tratar da ascensão de Cristo, mostra agora a pessoa do Espírito Santo no estabelecimento da Igreja, a comunhão dos santos que estão espalhados pelo mundo entre povos, línguas e nações, a remissão de pecados, a nossa ressurreição no último dia e a entrada na vida eterna como parte de sua confissão.  (mais…)

Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor

Posted by Denis Monteiro in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor)

credo-jesus-filho

Por Denis Monteiro

Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, o qual foi concebido por obra do Espírito Santo; nasceu da virgem Maria; padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; ressurgiu dos mortos ao terceiro dia; subiu ao Céu; está sentado à direita de Deus Pai Todo-poderoso, donde há de vir para julgar os vivos e os mortos.

Nesta segunda parte, o Credo Apostólico ratifica quem é Cristo, a Sua divindade como segunda pessoa da Trindade, como ele nasceu, morreu e ressuscitou.

(mais…)

Creio em Deus Pai Todo Poderoso

Posted by Denis Monteiro in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Creio em Deus Pai Todo Poderoso)

credo-deus-pai

Por Denis Monteiro

Credo Apostólico, segundo alguns estudiosos, é um dos documentos mais antigos que temos na história da igreja – datado do 2º século, e é de onde tiramos a frase que intitula este artigo.

Eu pretendo, de forma breve, analisar algumas doutrinas implícitas em cada parte que compõe o documento. O Credo pode ser dividido em três partes, que mostram uma confissão clara na doutrina da Trindade: Creio em Deus, Creio em Jesus e Creio no Espírito.

(mais…)

O amor à Deus

Posted by napec in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em O amor à Deus)

amor-deus

Por Flávio Santos

A história bíblica é uma história de amor. A Personagem principal, em obstinação, compartilha o amor a todas as Suas criaturas. Deus ama a sua criação. Deus decidiu amar; e desta decisão houve a criação. Deus amou e criou, não por necessidade, mas por doação de si mesmo. Deus é amor! Ele queria que os homens experimentassem o que a trindade compartilhava: Amor.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.