tempo-eternidadeab

Por Cristiano Nickel

[i]Derivado

não que eu me importe
mas asseguro
não há mais portos
seguros
aderi aos delírios do meu tempo
sou barco à deriva
e me contento    (mais…)

leibniz

Por Eliandro da Costa Cordeiro

O presente ensaio visa demonstrar o problema gerado por Leibniz ao tentar provar que o “melhor dos mundos possíveis” em nada torna as ações livres dos homens como determinadas logicamente por Deus. O ensaio não pretende apresentar uma solução (nem culpa a Leibniz por não a apresentar), mas apenas demonstrar que a questão é de longe de difícil solução, restando para muitos filósofos a procura por um caminho mitigado ou extremado.

(mais…)

Do antropocentrismo narcísico às feridas narcísicas

Posted by Cristiano Nickel in Cosmovisão - (Comentários desativados em Do antropocentrismo narcísico às feridas narcísicas)

NARCISO - TEOLOGIA

Por Cristiano Nickel

1. INTRODUÇÃO

Estamos numa jornada sobre o mundo líquido. Estamos navegando na cosmovisão pós-moderna diagnosticada pelo sociólogo Zygmunt Bauman. Desta vez iremos mergulhar profundamente sobre o início da fonte da Modernidade Líquida: o Renascimento.

(mais…)

Modernidade líquida e cristianismo

Posted by Cristiano Nickel in Cosmovisão - (Comentários desativados em Modernidade líquida e cristianismo)

cristianismo liquido

Por Cristiano Nickel

Um professor me disse que a Arte é a antena da sociedade: capta o que o que o ser humano sente, pensa e faz. A Arte é um produto de produção humana mas também do pensamento e da cosmovisão de uma sociedade. Quando estou lecionando para os meus alunos sobre a Arte Urbana, apresento as pranchas e slides de um grande artista britânico cujo codinome é Bansky, e fico surpreso pela “captação” da sociedade contemporânea. Os trabalhos deste artista são encontrados nas mais diversas cidades britânicas como Bristol e Londres. Mas não quero dar aula de Arte, apenas introduzir o pensamento sobre a condição do homem pós-moderno e como esse pensamento afeta a fé cristã.

(mais…)

A pesquisa do Jesus histórico

Posted by Djesniel Krause in APOLOGÉTICA - (Comentários desativados em A pesquisa do Jesus histórico)

jesus historico

Por Djesniel Krause

A pesquisa do Jesus histórico é um tema interessantíssimo para a teologia cristã, principalmente quando considerados os desafios impostos pela secularização das universidades, e a islamização do ocidente.

Conforme acertadamente destaca Marcus Borg, “O Jesus histórico é um assunto interessante por várias razões. E uma delas é sua elevada importância cultural nestes dois mil anos desde sua morte. Nenhuma personagem na história do Ocidente jamais recebeu posição tão elevada”[1].

(mais…)

A teologia da desmitologização de Rudolf Bultmann

Posted by Maurício Montagnero in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em A teologia da desmitologização de Rudolf Bultmann)

rudolf bultmann desmitologização

Por Maurício Montagnero

A teologia da desmitologização faz parte de uma estrutura teológica elaborada pelo teólogo alemão Rudolf Bultmann, que propõe que há mitos contidos na bíblia que devem ser interpretados existencialmente, isto é, como é que os mesmos ajudam no crescimento da minha existência. Além disso, eles devem ser vistos como figurados e não literais, ou seja, eles não ocorreram realmente, porém estão escritos para uma compreensão do ser como tal.

(mais…)

Meu herege de estimação

Posted by João Rodrigo Weronka in HERESIAS | IGREJA - (Comentários desativados em Meu herege de estimação)

meu herege1

Por João Rodrigo Weronka

Gostos pessoais nunca deveriam ser colocados em pé de igualdade ao Evangelho. Quando a subjetividade dos gostos pessoais se infiltra no contexto da igreja, a possibilidade de problemas é tão certa como o fulgor do sol do meio-dia. O Evangelho deveria ser o norteador de absolutamente tudo que acontece na igreja, justamente por que a igreja deveria estar sendo conduzida sob a direção do Evangelho. O grande problema que pode ser observado e que se torna um desafio para nossos dias é que os falsos ensinos e falsos mestres estão se multiplicando como fogo em palha, justamente pelo clamor e anseio de gostos pessoais.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.