Os dois cegos e a oração respondida

Posted by Silas Alves Figueira in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Os dois cegos e a oração respondida)

oracao-respondida

Por Silas Alves Figueira

Ler Mateus 9.27-31

O texto nos diz que depois que Jesus saiu da casa de Jairo dois cegos passou a segui-Lo clamando para que Ele os curasse, e foram até a casa em que Jesus entrou, mostrando com isso um grande desejo de alcançar a cura.

Na Judéia antiga, dos tempos de Jesus, o destino das pessoas que tinham qualquer deficiência era esmolar para conseguir sobreviver. Os cegos, os amputados, os paralíticos pelas mais variadas causas, acabavam expostos pelos caminhos, ruas, logradouros e praças públicas. Em particular, a cegueira era um problema sério no Oriente naquele tempo. De acordo com os relatos dos Evangelhos, Jesus curou pelo menos seis cegos e realizou cada milagre de maneira diferente.

(mais…)

Agostinho e o problema do mal – O ensaio de uma resposta

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Agostinho e o problema do mal – O ensaio de uma resposta)

agostinho-5

Por Matheus Negri

Para encerrar nossa serie de ensaios sobre Agostinho e o problema do mal apresento uma breve exposição dos conteúdos do Livro I de sua obra Livre Arbítri. E espero que tenha sido proveitoso para os leitores percorrer o caminho intelectual de tão grande teólogo.

(mais…)

Agostinho e o problema do mal – da resposta ao mal e a vontade humana

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Agostinho e o problema do mal – da resposta ao mal e a vontade humana)

agostinho-4

Por Matheus Negri

O problema do mal é uma questão metafísica, foi respondido assim pelos maniqueístas e por Plotino. É certo que para os discípulos de Mani a questão envolvia um dualismo entre o bem e o mal, e que em Plotino o mal é o não ser, a matéria. Porém, para Agostinho seu problema metafísico envolvia Deus, pois Deus é o sumo Bem e criador de todas as coisas, não há nenhum bem supremo a não ser Deus. Ele não pode mudar, visto que não há nada que possa adquirir para melhorar sua condição de perfeição, logo, o mal não pode ser parte da criação divina. Pois afirma Agostinho (2005, p. 3):  (mais…)

Os espinhos da vida

Posted by Antônio Pereira Jr. in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Os espinhos da vida)

ESPINHOS DA VIDA

Por Antônio Pereira Jr.

“E para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne… Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza”. (2 Coríntios 12.7-8).

Diferentemente do que prega a Teologia da Prosperidade, todos nós estamos sujeitos ao sofrimento e a dor. O fato é que ninguém gosta de sofrer, nem eu. Não advogo uma vida de sofrimento. Se pudesse viveria sempre sossegado, dormindo numa rede e tomando água de coco. Mas não posso ser utópico. Em algumas igrejas o que se prega é a falsa teologia do “pare de sofrer”. Todos sabemos por experiência própria que na vida, quer queiramos quer não, haverá espinhos. Nem tudo são flores. Cristo nunca prometeu flores sem dores. Ele mesmo disse: “No mundo tereis aflições” (João 16.33).

(mais…)

Agostinho e o problema do mal – da conversão ao neoplatonismo

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Agostinho e o problema do mal – da conversão ao neoplatonismo)

agostinho3

Por Matheus Negri

No ensaio passado vimos como o maniqueísmo influenciou Agostinho em sua resposta ao problema do mal. Certo que esta influência não foi necessariamente positiva, mas o ajudou a combater tamanha heresia. Hoje veremos sua conversão e o encontro com os autores neoplatônicos.

(mais…)

Agostinho e o problema do mal – O Maniqueísmo

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Agostinho e o problema do mal – O Maniqueísmo)

agostinho-02

Por Matheus Negri

Se no ensaio passado eu comecei instigando o leitor sobre perguntas complexas sobre o problema do mal e apresentei de forma breve a resposta de Agostinho. Neste ensaio apresento também de forma breve os primeiros anos de sua vida e a sua passagem pelo maniqueísmo e como isto lhe influenciou para a formação de sua resposta ao mal.

(mais…)

Agostinho e o problema do mal – Introdução

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Agostinho e o problema do mal – Introdução)

agostinho-01

Por Matheus Negri

Essas perguntas já passaram pela sua cabeça: se Deus é o criador de todas as coisas e o Sumo bem, como o mundo pode estar cheio de mal? O que é o mal, qual a sua natureza? Como o mal pode fazer parte da criação? Como este mal afeta a personalidade humana? Se o ser humano sabe o que é bom porque busca o mal? Como o mal afeta a capacidade de amar o que é bom e odiar o que é ruim? A proposta deste breve ensaio é demonstrar a resposta dada por Agostinho de Hipona a estas perguntas.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.