NATAL-SALVACAO

Por Eliandro da Costa Cordeiro

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo. 3:16)

Sem que se recorra à toda a teologia apresentadas nos evangelhos acerca da pessoa de Jesus,o seu nascimento será como o de qualquer homem. Ele será um homem bom, ético, mestre da moral, mas nunca o Salvador dos homens. Estes morrem presos às desgraças de seus pecados em ofensa à Santidade divina; Jesus será incapaz de dar aos homens aquilo que vai além de um alívio existencial (ICor.15:19).

(mais…)

salvação

Por Clóvis Gonçalves

Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou.” (Rm 8.29–30)

Introdução

Salvação e cinco pontos remetem ao acróstico TULIP, conhecidos como os cinco pontos do calvinismo: total depravação, eleição incondicional, expiação limitada, graça irresistível e perseverança dos santos. Mas neste artigo gostaria de enfatizar outros cinco pontos, relacionados com a ordem de salvação, os quais são geralmente referidos como elos da cadeia inquebrável da salvação divina, que começando na eternidade passada, mergulha na história e continua na eternidade futura.

(mais…)

Entendendo o propósito do meu chamado

Posted by Silas Alves Figueira in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Entendendo o propósito do meu chamado)

chamado sal e luz

Por Silas Alves Figueira

Texto Base: Mateus 5.13-16

INTRODUÇÃO

A história que vou contar eu ouvi há muito tempo pelo Pastor Renato Cordeiro da Primeira Igreja Batista em Teresópolis.

(mais…)

heresiaprimitiva

Por Maurício Montagnero

Ver-se-á neste artigo as heresias que surgiram no inicio da era da Igreja, acerca da cristologia. As heresias serão analisadas em três partes, acompanhando parcialmente o que foi realizado por Alan Myatt e Franklin Ferreira[1] (mas com outra nomenclatura). Sendo expostas as heresias da primeira parte, será realizada uma refutação apologética contra essas usando como fundamento a exegese do texto do Evangelho de João 1.1 – 3 e 14, e se necessário partirá para outros textos bíblicos,[2] e assim sucessivamente.   (mais…)

Filipenses 2.13 está traduzido errado?

Posted by Clóvis Gonçalves in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Filipenses 2.13 está traduzido errado?)

fp2

Por Clóvis Gonçalves

Um artigo recente procura mostrar que o entendimento calvinista de Filipenses 2:13 erra por se basear na interpretação incorreta do termo energon.  A palavra traduzida como “efetua” (ARA e NVI), “opera” (ARC e TB) e “age” (NTLH) deveria, segundo o artigo, ser traduzido como “energizar”, “permitir agir” ou “empoderar”.  Ele reconhece que em outras passagens (p. ex. Mt 14:2) o termo também é traduzido como “operar”, mas aí o correto seria “estar presente” ou “dar condições”. Finalmente, faz-se uma analogia com “um ambiente de trabalho harmonioso”, o qual favorece que uma pessoa explosiva torne-se calma, mas não garante que isso aconteça.

(mais…)

A salvação da alma

Posted by Flávio Santos in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em A salvação da alma)

salvacao-alma

Por Flávio Santos

1 Pedro 1.8,9

O alvo da fé, segundo o Pedro, é a salvação das almas. Salvação têm duas aplicações nas Escrituras. Salvação no sentido de livramento dos ataques dos inimigos, de situações perigosas e de doenças. De modo geral, dos sofrimentos da existência. Outro sentido de salvação é no que diz respeito à vida eterna. Aquele que tem fé é salvo do pecado, da condenação e da morte, herdando assim, a presença eterna de Deus.

(mais…)

CRUZ DE CRISTO

Por Clóvis Gonçalves

E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo.” – Jo 12:32

A extensão da expiação é um dos temas mais debatidos pelos interessados em teologia. Duas posições são defendidas fervorosamente, uma delas afirmando que Jesus morreu para tornar possível a salvação do mundo inteiro e outra que Jesus morreu para tornar certa a salvação dos eleitos somente. O texto acima geralmente é apresentado contra esta última posição, com a suposição de que todos significa “todas as pessoas do mundo, sem exceção.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.