amor-de-cristo

Por Jorge Fernandes Isah

Introdução

Este é um trecho pinçado de um estudo e meditação no verso de Romanos 13.10 o qual é o seguinte [1]:

“O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor.”

No trecho abaixo, abordarei a questão da impossibilidade do homem cumprir a lei, e da necessidade do Salvador divino-homem, Jesus Cristo. É claro que esta abordagem não é exaustiva, nem tem pretensão de sê-la; é muito mais uma apresentação do tema, e da análise de que o Justo, Santo e Salvador teria de ser poderoso, infinito e eterno, algo que está muito além, e aquém, da condição humana em sua finitude e corrupção.

(mais…)

Aba, Pai: a plenitude dos tempos

Posted by Flávio Santos in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Aba, Pai: a plenitude dos tempos)

plenitudetempos

Por Flávio Santos

“O Filho de Deus tornou-se homem para possibilitar que os homens se tornem filhos de Deus” C.S. Lewis

A plenitude dos tempos

Filhos e herdeiros são as duas palavras usadas por Paulo para descrever o que somos para Deus. Esse ser para Deus foi conquistado por meio de uma decisão do amor eterno do Pai ao enviar o Filho para morrer por nós na cruz. E o Pai e o Filho enviaram o Espírito Santo para, dentro de nós, gerar a bênção da filiação e herança. Jonathan Edwards, falando sobre o texto, diz que os santos, através da união com Cristo, participam da relação filial dEle com o Pai e são herdeiros com Ele da felicidade no gozo do Pai, como está indicado pelo apóstolo Paulo em Gálatas 4.4-7:

(mais…)

CRUZ DE CRISTO

Por Clóvis Gonçalves

E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo.” – Jo 12:32

A extensão da expiação é um dos temas mais debatidos pelos interessados em teologia. Duas posições são defendidas fervorosamente, uma delas afirmando que Jesus morreu para tornar possível a salvação do mundo inteiro e outra que Jesus morreu para tornar certa a salvação dos eleitos somente. O texto acima geralmente é apresentado contra esta última posição, com a suposição de que todos significa “todas as pessoas do mundo, sem exceção.

(mais…)

Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor

Posted by Denis Monteiro in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor)

credo-jesus-filho

Por Denis Monteiro

Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, o qual foi concebido por obra do Espírito Santo; nasceu da virgem Maria; padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; ressurgiu dos mortos ao terceiro dia; subiu ao Céu; está sentado à direita de Deus Pai Todo-poderoso, donde há de vir para julgar os vivos e os mortos.

Nesta segunda parte, o Credo Apostólico ratifica quem é Cristo, a Sua divindade como segunda pessoa da Trindade, como ele nasceu, morreu e ressuscitou.

(mais…)

Tetelestai – está consumado

Posted by Flávio Santos in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Tetelestai – está consumado)

tetelestai

Por Flávio Santos

E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.  João 19:30

Após Jesus ter tomado o vinagre que os soldados lhe deram, disse: Está consumado! E entregou o seu espírito. Esta foi a sexta palavra, das sete pronunciadas na cruz, antes de entregar a Sua vida. Estando no tempo perfeito, significa: “foi e para sempre consumado”. Muito embora no texto grego seja apenas uma palavra, Tetelestai, a tradução para o português fica “Está consumado” ou “Está terminado”.

(mais…)

O Novo Caminho

Posted by Flávio Santos in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em O Novo Caminho)

jesus-caminho

Por Flávio Santos

A proposta de Jesus para todos os que Dele se aproximam é um caminho pra andar. Na ocasião em que o Mestre Nicodemos vai, à noite, até Jesus, o convite pra andar é feito. Pra andar em um novo caminho!

(mais…)

O Cristo glorificado voltará

Posted by Denis Monteiro in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em O Cristo glorificado voltará)

cristo-voltara

Por Denis Monteiro

Imagine alguém que trabalhou o dia inteiro, como por exemplo, uma mãe que acordou bem cedo e desde a hora que as crianças saíram para escola ela não parou de trabalhar (e nem pensou em si mesma). Ela fez todo o seu serviço doméstico, além de deixar o café da tarde e também o jantar pronto. E agora, desde a hora que ela acordou, agora que todo o trabalho terminou, ela se senta. Este “sentar” não é um mero descanso, mas ela se sentou porque o trabalho foi concluído.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.