ASCRUZADAS

Por Jean Seifert

As Cruzadas foram movimentos militares cristãos em sentido a Terra Santa com a finalidade de ocupá-la e mantê-la sob domínio cristão, ou seja, um movimento de luta contra o inimigo da fé, isso porque os cruzados cristãos tinham como um dos objetivos recuperarem a Terra Santa das mãos dos infiéis, enquanto árabes islâmicos esperavam alcançar uma união entre seus diversos líderes e rechaçar os invasores ocidentais (FRANCO JR, 1984).

(mais…)

O Islã, o Corão e seus críticos: reflexões em campo aberto

Posted by Magno Paganelli in Islamismo | RELIGIÕES - (Comentários desativados em O Islã, o Corão e seus críticos: reflexões em campo aberto)

ISLÃ

Por Magno Paganelli 

RESUMO. Este artigo procura acarear explicações dadas no campo religioso sobre o Islã e o Corão aos seus críticos. Aponta pontos de relevância histórica que interferem diretamente no convívio social e questiona as explicações relativistas dadas como certas pelos religiosos. O artigo foi escrito para a Revista Malala, v. 3, no 5, tendo sido primeiramente publicado em novembro de 2015. (mais…)

Charlie Hebdo: ser ou não ser, eis a questão?

Posted by Marcelo Berti in APOLOGÉTICA | Cultura e Mídia - (Comentários desativados em Charlie Hebdo: ser ou não ser, eis a questão?)

charlie hebdo

Por Marcelo Berti

Desde que o ataque terrorista à sede revista Charlie Hebdo, diferentes pessoas apresentaram diferentes posicionamentos relacionados ao evento. Em solidariedade àqueles que foram brutalmente atacados, muitos se levantaram dizendo: “Eu sou Charlie.” Outros, horrorizados com o baixo nível das críticas da revista responderam: “Eu não sou Charlie.”

(mais…)

Por Johnny Bernardo

Os recentes protestos no mundo islâmico e os discursos de conciliação do presidente dos EUA, Barack Obama, nos quais defende a honestidade e o pacifismo da maior parte do mundo islâmico – a exemplo dos sunitas, que representam hoje algo em torno de 90% dos mais de 1,5 bilhão de seguidores, e que são considerados “moderados” – demonstra que o islamismo está cumprindo seu objetivo, que é o domínio do Ocidente. É uma guerra de ideias, de palavras, mais do que de armas.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.