dargraças

Por Kevin DeYoung

Traduzido por Anderson Rocha – Artigo original aqui.

Há 13 cartas de Paulo no Novo Testamento, e em 9 delas ele expressamente agradece pelos destinatários da carta (Romanos 1:8; 1 Coríntios 1:4-8; Efésios 1:15-16; Filipenses 1:3-5; Colossenses 1:3-5; 1 Tessalonicenses 1:2-3; 2 Tessalonicenses 1:3-4; 2 Timóteo 1:3-5; Filemon 4-5). As únicas exceções são 2 Coríntios (onde ele brinca com uma palavra de conforto), 1 Timóteo e Tito (para quem ele concede implicitamente) e Gálatas (que estavam em perigo de apostasia). O grande apóstolo Paulo era um homem marcado pela gratidão.

(mais…)

sermao da montanha

Por Jonathan Pennington

Traduzido por Anderson Rocha – Artigo original aqui.

Foi uma grande alegria para mim dedicar muita energia mental para estudar, ensinar e escrever sobre o Sermão da Montanha. Embora tenha terminado de escrever meu novo livro sobre o sermão, este famoso texto bíblico continua a me ensinar coisas novas todos os dias.

(mais…)

amor-de-cristo

Por Jorge Fernandes Isah

Introdução

Este é um trecho pinçado de um estudo e meditação no verso de Romanos 13.10 o qual é o seguinte [1]:

“O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor.”

No trecho abaixo, abordarei a questão da impossibilidade do homem cumprir a lei, e da necessidade do Salvador divino-homem, Jesus Cristo. É claro que esta abordagem não é exaustiva, nem tem pretensão de sê-la; é muito mais uma apresentação do tema, e da análise de que o Justo, Santo e Salvador teria de ser poderoso, infinito e eterno, algo que está muito além, e aquém, da condição humana em sua finitude e corrupção.

(mais…)

O Evangelho sem o Julgamento Final não é o Evangelho

Posted by Stand to Reason in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em O Evangelho sem o Julgamento Final não é o Evangelho)

julgamentofinal

Por Tim Barnett

Traduzido por Semi Chung Azeka – Artigo original aqui.

Há uma tendência em nossa apresentação do evangelho que é o de nos posicionarmos em favor daquilo que faz as pessoas se sentirem bem – “Deus te ama. Ele deu sua vida por você. Ele quer se relacionar com você.” Tudo isso é absolutamente verdadeiro. Mas não representam o evangelho completo.

(mais…)

Bonhoeffer: o discipulado e a cruz

Posted by Cristiano Nickel in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Bonhoeffer: o discipulado e a cruz)

BONHOEFFER DISCIPULADO

Por Cristiano Nickel

INTRODUÇÃO

Eu fico surpreso quanto eu participo de congressos, conferências e retiros. As propagandas desses eventos nos influenciam, pois determinado especialista em alguma área participará de uma plenária ou seminário. A recompensa por participar desses eventos não é a “palavra poderosa” de um guru, mas os estandes de livrarias. E num desses estandes de um congresso de jovens, me deparei com uma obra escondida atrás de outros livros – “Discipulado” de Dietrich Bonhoeffer. Faltei algumas plenárias desse congresso, porque o livro arrebatou a minha mente. Nas primeiras páginas, eu já começava a chorar e clamar por arrependimento pelo meu cristianismo barato e por uma vida debaixo da graça barata.    (mais…)

Peregrinos da religiosidade encontrados pela cruz

Posted by Sandro Veiga in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Peregrinos da religiosidade encontrados pela cruz)

PEREGRINOS RELIGIÃO

Por Sandro Veiga

“E obrigaram um homem que passava por ali, vindo do campo, a carregar-lhe a cruz. Era Simão de Cirene, pai de Alexandre e de Rufo”. Marcos 15:21

Já escrevi em outra ocasião a seguinte citação:

“Religião é toda a tentativa do homem buscar a Deus, por isso são muitas as religiões; Evangelho é Deus buscando o homem, por isso só existe um Evangelho”. Este texto é uma constatação bíblica desta verdade.

(mais…)

Deus é mais simples que as religiões

Posted by Antônio Pereira Jr. in VIDA CRISTÃ - (Comentários desativados em Deus é mais simples que as religiões)

deus-religioes

Por Antônio Pereira Jr.

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve” (Mt 11.28-30).

“Deus é mais simples que as religiões”, disse o poeta Mário Quintana, que não se considerava um religioso, embora fosse criado nos moldes do catolicismo. Eu particularmente acho que ele poderia ser agnóstico, não um ateu propriamente dito. Agnóstico é aquele que pode até acreditar na existência de Deus, embora não tenha certeza que de fato Ele exista. Literalmente falando um agnóstico é aquele que não tem o conhecimento necessário sobre a certeza da existência de uma divindade superior (um não conhecimento), pois “gnose” significa conhecimento. Em certo sentido eu concordo com a frase. Geralmente as religiões complicam tudo. (mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.