Jó e a fé nossa de cada dia

Posted by Silas Alves Figueira in APOLOGÉTICA - (Comentários desativados em Jó e a fé nossa de cada dia)

jó e a fé nossa

Por Silas Alves Figueira

Texto base: Jó 1.1,8;2.3

INTRODUÇÃO

Quando lemos a história de Jó nós deparamos com algo muito maior que uma questão de alguém bom passando por uma crise; nós nos deparamos com uma guerra cósmica. Nós nos deparamos com Satanás questionando o próprio Deus. A acusação feita por Satanás de que Jó ama a Deus só porque ele tem tudo e nada lhe falta é uma forma de ferir o caráter e integridade de Deus:   (mais…)

A tentação de Jesus

Posted by Silas Alves Figueira in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em A tentação de Jesus)

tentacao_jesus_deserto

Por Silas Alves Figueira

Texto base: Mt 4.1-11

INTRODUÇÃO

Conta-se a história de um vendedor que estava procurando uma vaga para estacionar seu carro. Rodou alguns quarteirões uma vez, duas vezes, várias vezes, e finalmente, já em desespero, deixou o carro numa , e pôs no para-brisa um bilhete: “Seu guarda, dei varias voltas no quarteirão e não achei vaga; se não fizer a entrevista com um cliente perco o emprego. Perdoa-nos as nossas dívidas”. – O guarda encontrou o bilhete e deixou outro com a multa: “Há 20 anos que dou voltas neste quarteirão. Se não multá-lo, quem vai perder o emprego sou eu. Não nos deixes cair em tentação!”

(mais…)

Sobre girafas satânicas, pactos involuntários e Deus

Posted by Giuliano Barcelos in Modismos - (Comentários desativados em Sobre girafas satânicas, pactos involuntários e Deus)

girafas-001

Por Giuliano Barcelos

Tem circulado na Internet, especialmente nas redes sociais, textos de alerta sobre uma suposta mensagem subliminar satânica baseada em uma charada que uma girafa faz.

(mais…)

As três grandes tentações

Posted by Jonas Ayres in HERESIAS | IGREJA | Modismos | REFLEXÕES TEOLÓGICAS | Teologia da Prosperidade - (Comentários desativados em As três grandes tentações)

Por Jonas Ayres

Por durante quarenta dias, Jesus se absteve de comida material para que pudesse desfrutar ainda mais do banquete espiritual do Pai Celeste. Então, quando já estava pleno de recursos espirituais, e fortalecido, Deus Pai permite que o Maligno venha até ele com três grandes tentações – tentações estas que Jesus certamente já havia enfrentado mais de uma vez e que iria ter que enfrentar novamente ao longo de seu ministério terrestre. Entretanto, estas não foram somente tentações a nível individual; eram tentações que dariam a Jesus acesso às três instituições poderosas de seus dias – a econômica, a religiosa e a política.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.