jeroboao idolatria

Por Silas Alves Figueira

Texto Base: 1 Reis 13.1-10

INTRODUÇÃO

A história de Jeroboão é um exemplo de como uma pessoa que tem as promessas de Deus para sua vida, mas devido à falta de fé e por medo, entra por caminhos errados e se afasta completamente de Deus. É a história de um homem que tinha tudo para dar certo, mas fracassou em todas as áreas de sua vida. Assim como Davi entrou para a história como um modelo de integridade para com Deus, Jeroboão era o modelo do monarca ímpio. Essa lembrança constante de seu pecado indica a maneira como o Senhor tratou a idolatria durante a história de Israel (1Rs 16.26; 2Rs 14.24).

(mais…)

O culto que desonra ao Senhor

Posted by Silas Alves Figueira in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em O culto que desonra ao Senhor)

desonra senhor

Por Silas Alves Figueira

Texto base: Malaquias 1.6-14

INTRODUÇÃO

O profeta Malaquias surge no cenário da história cerca de cem anos depois que o povo judeu havia voltado do cativeiro babilônico. Provavelmente já havia passado a época de Ageu, Zacarias, Esdras e Neemias, e o próprio povo já começava a se instalar na terra; porém, não com a mesma prosperidade que antes [1].

(mais…)

Os Livros Poéticos e a grandeza teológica de Jó

Posted by Alex Belmonte in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em Os Livros Poéticos e a grandeza teológica de Jó)

poeticos-jo

Por Alex Belmonte

No Antigo Testamento os Livros Poéticos compostos por Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares de Salomão, não tratam da nação de Israel, mas tratam de assuntos individuais, falam das experiências da vida, da relação do coração de Deus e da intimidade que o salvo tem com Ele. É óbvio que o povo hebreu escreveu muita poesia sobre muitos assuntos variados.  Porém, nem toda a poesia que eles escreveram chegou para fazer parte da Bíblia. Exemplos: 1º Reis 4.29-33, Números 21.14, Josué 10.13. (mais…)

O Livro de Jó – Parte 4

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em O Livro de Jó – Parte 4)

jo4

Por Matheus Negri

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Muitos estudiosos consideram que o tema do livro de Jó é a questão do por que o justo sofre. Realmente o problema do sofrimento aparece nas discussões entre Jó e seus amigos, e fez parte da vida dos judeus exilados e do pós-exílio. Porém neste momento de retorno do exílio outra coisa provavelmente ocupava os círculos dos sábios, pois sua forma de enxergar o mundo, maneira de viver e fé haviam sucumbido com a deportação.

(mais…)

O Livro de Jó – Parte 3

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em O Livro de Jó – Parte 3)

jo-3

Por Matheus Negri

3. UNIDADE POÉTICA

A unidade poética de Jó está dividida em duas partes: a primeira, chamada ciclo de discursos, compreende inicialmente o solilóquio de abertura de Jó (3.1-26), depois sua disputa com seus três amigos num debate em três ciclos de discursos (4-27) e por fim a conclusão de Jó (29-31). A segunda parte, chamada de continuação após interpolação, compreende a continuação dos discursos, e inclui os quatro discursos de Elihú sem resposta de Jó (32.6-37), os dois discursos de Deus com respostas de Jó (38-42.1-6).

(mais…)

O Livro de Jó – Parte 2

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em O Livro de Jó – Parte 2)

jó2

Por Matheus Negri

  1. UNIDADE PROSAICA

Nesta segunda parte da pesquisa será analisada, em maior detalhe, a unidade prosaica do livro. Para isso serão verificados os textos prosaicos referentes a Jó: o chamado prólogo, que se estende de 1.1 a 2.13, e o epílogo, em 42.7-17. Nessas unidades estão o início da história e o seu desfecho. Mostra-se o contexto e o diálogo celeste que o personagem Jó jamais saberá que aconteceu. E serão ressaltados pontos para um melhor estudo e compreensão do texto, visando um preparo para o próximo capitulo.

(mais…)

O Livro de Jó – Parte 1

Posted by Matheus Negri in REFLEXÕES TEOLÓGICAS - (Comentários desativados em O Livro de Jó – Parte 1)

LivroJó1

Por Matheus Negri

  1. O LIVRO DE JÓ

Neste primeiro capítulo é importante fazer uma coletânea de alguns autores e seus escritos sobre o Livro de Jó. O levantamento bibliográfico leva em consideração as pesquisas e produções realizadas nas mais diferentes linhas de pensamento. Para elaborar essa pesquisa serão usados livros de teologia do Antigo Testamento, comentários sobre o livro de Jó e artigos. Dentre eles destacam-se Ellen van Wolde, Albert Kamp, Pierre van Hecke, Norman C. Habel, David J. A. Clines, Elsa Tamez, Luis I. J. Stadelmann, Jesus Tavernard Júnior, Samuel Terrien, Jack Miles, Antonio Negri, Ildo Bohn Gass, Werner H. Schmidt, Gustavo Gutiérrez, Edward J. Young, Carl Jung, Karl Barth, Ernest Sellin e Geord Fohrer, Anthony R. Ceresko, Norman K. Gottwald, Henri de Ternay, Tryggve N. D. Mettinger, José Raimundo Oliva e Hans Walter Wolff.

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.