Apologia da divindade de Cristo

Postado por João Rodrigo Weronka em APOLOGÉTICA - (Comentários desativados em Apologia da divindade de Cristo)

O cristianismo tem enfrentado através dos séculos as mais variadas correntes filosóficas e religiosas que inventam e reinventam um Cristo completamente estranho ao da Bíblia Sagrada. Este falso Cristo é uma figura que não pode cumprir o papel que Jesus cumpriu: trazer salvação àqueles que crêem em seu nome. [Leia mais] no Ebook “Apologia da Divindade de Cristo“.

Tripé básico do Cristianismo – Parte 1: Crer

Postado por João Rodrigo Weronka em APOLOGÉTICA | Apologética Geral - (Comentários desativados em Tripé básico do Cristianismo – Parte 1: Crer)

Por João Rodrigo Weronka

Creio que muitos cristãos concordam comigo que a igreja evangélica brasileira passa por um tempo difícil, um tempo de crise, seja ela de identidade ou mesmo teológica. Não quero e nem vou me aprofundar neste estudo sobre o que são os devaneios de “nossa” liderança gospel, que tem gerado inúmeras feridas no corpo. Esta crise é fruto do descaso que muitos líderes e crentes tem dado ao que chamo de Tripé Básico do Cristianismo, que consiste em:

1) Crer – a fé em Deus, nossa crença no único Deus;

2) Ensinar – ensinar acerca de Deus; levar o conhecimento da Palavra de Deus e do Deus da Palavra;

[+] Leia mais

A Fragilidade do Apostolado Moderno

Postado por João Rodrigo Weronka em HERESIAS | IGREJA | Modismos - (Comentários desativados em A Fragilidade do Apostolado Moderno)

Por João Rodrigo Weronka

É curioso observar como algumas igrejas evangélicas tem facilidade em aceitar novidades. E é triste verificar a falta de empenho dos cristãos em observar as Escrituras e analisá-las com sensatez e cuidado. Triste também é saber que poucas são as igrejas que motivam seus membros ao estudo sistemático da Bíblia, ao aprofundamento teológico, a formação de grupos de estudo e discussão sobre as doutrinas cristãs e que verifiquem na Bíblia se as coisas realmente são como é pregado. Aliás, não é pecado analisar se os ensinos e a pregação estão em conformidade com as Sagradas Escrituras (Atos 17.10-11).

Dentro desta miscelânea de revelações e novidades que temos observado, é importante expressar-se sobre o caráter das revelações: 1) as revelações nunca deverão ser colocadas acima da Bíblia. A Bíblia é a palavra final e autoridade máxima, já que se trata da inerrante Palavra de Deus; 2) Se a revelação está em desconformidade com a Bíblia, descarte imediatamente tal revelação. Deus não é Deus de confusão (1 Coríntios 14.33) As experiências pessoais não podem ser colocadas acima das Escrituras Sagradas, pois estas já contêm a revelação do propósito de Deus ao homem.

[+] Leia mais

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.