CONHECIMENTO DE DEUS

Por Eliandro da Costa Cordeiro

O objetivo deste ensaio é apontar para a existência de um determinado ponto de conexão nos fundamentos epistemológicos dos pensadores Agostinho, Calvino e H. Dooyeweerd. Procura-se apontar a crença como o princípio epistemológico comum a todo o conhecimento da Verdade (hoje, considerado apenas como científico ou, simplesmente, conhecimento). Para tal, o trabalho se limitará às seguintes obras: Solilóquio e a Vida feliz de Agostinho; as Institutas de João Calvino, I, e a obra de H. Dooyeweerd, No crepúsculo do pensamento ocidental.    (mais…)

salvação

Por Clóvis Gonçalves

Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou.” (Rm 8.29–30)

Introdução

Salvação e cinco pontos remetem ao acróstico TULIP, conhecidos como os cinco pontos do calvinismo: total depravação, eleição incondicional, expiação limitada, graça irresistível e perseverança dos santos. Mas neste artigo gostaria de enfatizar outros cinco pontos, relacionados com a ordem de salvação, os quais são geralmente referidos como elos da cadeia inquebrável da salvação divina, que começando na eternidade passada, mergulha na história e continua na eternidade futura.

(mais…)

LIDERANCA ARAO

Por Silas Alves Figueira

Texto base: Êxodo 32.1-25

INTRODUÇÃO

Quando o Senhor disse para Moisés subir o monte Sinai para receber as tábuas as Lei, Moisés diz para as autoridades do povo que Arão e Hur estariam no arraial e iriam resolver os problemas que surgissem (Êx 24.13,14). O problema é que a pessoa que Moisés deixou em seu lugar não estava à altura do cargo que ficou exercendo. Arão era um homem que não tinha liderança. Era uma pessoa que não tinha convicção das suas responsabilidades. Ele poderia até ser um bom liderado, mas não um bom líder. Ele não tinha convicção de seus afazeres e sedia sob pressão.

(mais…)

RESENHA-CALVINISMO

Por Maurício Montagnero

LIMA, Leandro Antônio. O Futuro do Calvinismo. São Paulo, Cultura Cristã, 2010, 240 p.

No mês de Março do ano de 2009 uma revista americana, Times Magazine, publicou um artigo onde listava as dez ideias que estavam mudando o mundo, dentro dessas colocou o Novo Calvinismo como em terceira colocação. Segundo Leandro Antônio de Lima, autor do livro em resenha, foi tal artigo que o influenciou a escrever esta obra, conforme disse na entrevista resenha 06 do canal Mackenzie – encontra-se no Youtube. O seu trabalho mostra a relevância do Calvinismo, na nova perspectiva que se encontra, para os desafios da pós-modernidade.

(mais…)

plenitudetempos

Por Flávio Santos

“O Filho de Deus tornou-se homem para possibilitar que os homens se tornem filhos de Deus” C.S. Lewis

A plenitude dos tempos

Filhos e herdeiros são as duas palavras usadas por Paulo para descrever o que somos para Deus. Esse ser para Deus foi conquistado por meio de uma decisão do amor eterno do Pai ao enviar o Filho para morrer por nós na cruz. E o Pai e o Filho enviaram o Espírito Santo para, dentro de nós, gerar a bênção da filiação e herança. Jonathan Edwards, falando sobre o texto, diz que os santos, através da união com Cristo, participam da relação filial dEle com o Pai e são herdeiros com Ele da felicidade no gozo do Pai, como está indicado pelo apóstolo Paulo em Gálatas 4.4-7:

(mais…)

planitudedeus

Por Marcelo Berti

“Portanto, vede diligentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, usando bem cada oportunidade, porquanto os dias são maus. Por isso, não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinho, no qual há devassidão, mas enchei-vos do Espírito” (Ef.5.15-18)

As escrituras são claras quanto as demandas morais esperadas do cristão: Ele deve manter um padrão exemplar entre os não cristãos (1Pe.2.15ss), em obediência aos mandamentos de Cristo (1Jo.2.3ss) e aos mandamentos da lei (Rm.8.4) na demonstração de amor a Deus (Mt.22.37Mc.12.30) e aos outros (Rm.13.8; Gl.5.14). Entretanto, é importante afirmar que Deus não espera que o homem por sua força atinja tal padrão. O ser humano caído e resgatado pela Graça pode somente pela Graça alcançar as exigências divinas do cristianismo. Por isso mesmo é que o próprio Deus providencia o Espírito Santo como agente divino no homem para habilitá-lo a cumprir as exigências da lei:   (mais…)

PAZINIMIGPS

Por Jorge Fernandes Isah

“E por aquele mesmo tempo o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja, para os maltratar. E matou à espada Tiago, irmão de João. E, vendo que isso agradara aos judeus, continuou, mandando prender também a Pedro. E eram os dias dos ázimos. E, havendo-o prendido, o encerrou na prisão, entregando-o a quatro quaternos de soldados, para que o guardassem, querendo apresentá-lo ao povo depois da páscoa. Pedro, pois, era guardado na prisão; mas a igreja fazia contínua oração por ele a Deus. E quando Herodes estava para o fazer comparecer, nessa mesma noite estava Pedro dormindo entre dois soldados, ligado com duas cadeias, e os guardas diante da porta guardavam a prisão.” [Atos 12.1-6]  (mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.