Author Archives: Johnny Bernardo

Chico Xavier: nos passos do médium

Posted by Johnny Bernardo in Espiritismo Kardecista | HERESIOLOGIA - (Comentários desativados em Chico Xavier: nos passos do médium)

Por Johnny T. Bernardo 

 

Uberaba, sexta-feira, 7 da noite. Sessenta carros – de jipe a Mercedes – estão estacionados no quarteirão recém-asfaltado da Comunhão Espírita Cristã. As chapas variam de Monte Castelo a Guanabara, de Itumbiara, de São Paulo. O bairro é pobre, mal iluminado, cheio de crianças. Nesse bairro fica hoje o “Vaticano do Espiritismo”. Umas mil pessoas aguardam com ansiedade. Os que chegaram mais cedo conseguiram lugar no templo – um salão de 100 metros quadrados – e estão sentados ou em pé (…). Há duas filas que se confundem: uma para receber passes; outra de gente que espera as receitas de Chico Xavier.

Com essas palavras José Hamilton Ribeiro inicia sua narrativa sobre Chico Xavier, em matéria escrita para a revista Realidade. Era 1971. Hamilton e seu auxiliar chegam a Uberaba (MG) com o objetivo de entrevistar Chico Xavier. Vinte e seis anos haviam passado desde que outro repórter, David Nasser, da revista O Cruzeiro, visitara Chico e conseguira uma matéria inédita. Anos depois a popularidade de Chico continuava em alta, especialmente após sua participação [ao vivo e em cadeia nacional] do programa Pinga-Fogo. Outra coisa que não mudara era o acesso a ele: cada vez mais difícil e burocrático. Quem dava as cartas era Eurípedes dos Reis, filho adotivo de Chico que cinco anos mais tarde conseguiria procuração vitalícia do pai.

(mais…)

Por Johnny T. Bernardo

“Crédito ou débito? – Quem pergunta é o pastor da Igreja Internacional da Graça de Deus que recolhe o dízimo e outras doações munido da máquina para registrar operação com cartão de crédito.”

O trecho acima introduz a matéria Templo é dinheiro, da jornalista Sarah Corazza, da revista paranaense Ideias. A matéria é resultado de um mês de visitas a templos neopentecostais de Curitiba, quando a autora constatou que os “neopentecostais fazem sucesso de público e de bilheteria.” Segundo Corazza, houve um tempo em que Curitiba era conhecida como a “cidade das farmácias”, dada a quantidade de farmácias por metro quadro. Hoje a realidade é outra: são os templos neopentecostais que chamam atenção.

(mais…)

Bart D. Ehrman e seu confronto com as Escrituras

Posted by Johnny Bernardo in APOLOGÉTICA | Apologética Geral - (Comentários desativados em Bart D. Ehrman e seu confronto com as Escrituras)

Por Johnny T. Bernardo

Bart D. Ehrman é conhecido por suas criticas ferozes e ao mesmo tempo sem fundamento contra as Escrituras Sagradas. Ele é o autor do livro “O Que Jesus Disse? O Que Jesus não Disse?”, onde acusa os copistas de terem “adulterado” os ensinos de Cristo com acréscimos e mudanças no texto original.

Segundo uma autobiografia do autor, mesmo após passar por uma rápida experiência de “conversão” e estudar nas duas mais conceituadas escolas americanas, o Moody Bilble Institute e o Wheaton, Bart apenas via suas criticas e suspeitas aumentarem cada vez mais com relação ao texto sagrado, até que chegou ao ceticismo completo.

(mais…)

Por Johnny T. Bernardo

Maria surgiu na história com uma missão específica: trazer o Messias ao mundo, por meio da concepção. Ela figura não mais como um “canal” ou “meio” pelo qual o Filho veio ao mundo. Sua vida pode ser vista como exemplo de fé e devoção, mas não como um objetivo de culto.

Ao nascer, Maria não se distinguiu de nenhum ser humano; ela foi concebida em pecado e assim permaneceu até a sua morte. Ela não foi e não pode ser considerada divina, ou parte da santíssima Trindade. É Jesus e não Maria quem intercede por nós diante do Pai. Amamos Maria, mas adoramos Jesus. Epifânio, um grande apologista cristão do século IV, fez a seguinte observação:

(mais…)

Seitas e Heresias: devemos ou não testemunhar o Evangelho?

Posted by Johnny Bernardo in HERESIOLOGIA - (Comentários desativados em Seitas e Heresias: devemos ou não testemunhar o Evangelho?)

Por Johnny T. Bernardo

O que você tem feito pela evangelização das seitas? Essa é a pergunta que eu faço a mim mesmo todos os dias e por meio da qual convido outras pessoas a refletirem sobre a problemática da fé.

J. Cabral escreveu que a humanidade vive um tremendo caos espiritual. Essa é a mais pura realidade. As seitas e religiões falsas estão por toda parte a procura de mentes ávidas para enganar com falsas promessas de prosperidade, igualdade com Deus, desfrute carnal nos céus, holismo, cura para traumas emocionais etc. É uma avalanche de doutrinas espúrias a dominar a mente e o coração dos incautos. Nem mesmo os salvos estão seguros diante da sedução das religiões. Jesus nos advertiu para que tomássemos cuidado para que ninguém nos engane, pois muitos virão em seu nome, dizendo: “Eu sou o Cristo”, e enganarão a muitos (Mt. 24. 4,5).

(mais…)

Por Johnny T. Bernardo

Na tarde de 19 de abril de 2005, enquanto uma multidão de católicos, simpatizantes e jornalistas aguardavam ansiosos pelo desfecho do conclave, uma fumaça de cor preta foi vista surgir pela terceira vez de uma chaminé colocada no telhado da Capela Sistina. Era anunciada ao mundo a eleição do novo papa. Cinquenta minutos depois (as 18h40 locais) Joseph Ratzinger é conduzido à janela da Basílica de São Pedro para a apresentação oficial.

Chamado de Bento XVI, Ratzinger passou a ocupar o 265º lugar na lista de papas eleitos a ocupar o trono de São Pedro. Seu passado e posição doutrinária em muito se assemelha a outros papas, mas ele possui algo a mais que o diferencia dos seus antecessores. Esperança para alguns, preocupação para outros, Ratzinger reúne em torno de si uma série de questionamentos que o tornam em um dos papas mais controvertidos e contraditórios da História.

(mais…)

É domingo, faz 24 graus em Itapecerica da Serra (SP), o Pe. Osmar de Carvalho atravessa a nave da Igreja com um incensário nas mãos, sobe ao altar e pede que os fieis se levantem para a prece inicial. Juntamente com o pároco, os 200 participantes pedem a Deus perdão por seus pecados e em seguida cantam Glória a Deus nas alturas. Após a primeira e a segunda leitura de trechos da Bíblia, os fieis são conduzidos ao altar para a celebração da Eucaristia. Homens, mulheres, adolescentes participam do pão e do vinho. Por fim, o padre invoca as bênçãos de Deus e despede-se da assembleia.

Essa poderia ser uma missa católica tradicional, não fosse o fato de que a Capela de São Miguel e Todos os Santos estivesse localizada no complexo da Fundação Centro Teosófico Raja (uma espécie de “Gnose Cristã”) e fizesse parte também da Igreja Católica Liberal. Dirigida pelo Monsenhor Marcelo Rezende, a ICL foi fundada em 1916 (Londres) e afirma ser uma extensão da Igreja Vétero-Católica da Holonda, a qual se separou de Roma no século XIX por discordar da promulgação do dogma da Infabilidade Papal. No site da ICL Brasil, encontramos a seguinte informação.

“Pontos essenciais sobre a Igreja Católica Liberal

– Ela é uma Igreja Cristã, uma Comunidade de clérigos e fieis fundada em 1916 cuja sucessão apostólica, válida e reconhecida, deriva-se da Igreja Velho Católica da Holanda.

– Não é uma Obediência da Sé Romana nem uma Igreja Protestante, sendo autônoma e auto-governada.

– Reconhece a existência da Sabedoria Divina, a Teosofia, a pré-existência da Alma e sua evolução por meio de manifestações cíclicas no mundo, regidas pela lei de harmonia e justiça divinas…”

(mais…)

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.